Para defender o Previmpa

Senhor(a) Vereador(a), 

Venho, por meio desta petição, manifestar-me sobre Projeto de Lei que autoriza o não-pagamento da alíquota patronal ao Previmpa, o PL007/2020. Peço que o(a) senhor(a) vote contra, se for à votação. Isso por que o PL ataca diretamente a cidade e os trabalhadores municipários, pois além de transferir dívidas para os próximos mandatos, se apropria indevidamente de recursos que pertencem servidores.

Já em relação ao PL 009/20, que o prefeito Marchezan utiliza-se da necessidade de contratar mais servidores no DMAE, durante a pandemia, para autorizar os contratos temporários, ao invés de chamar concurso público para as áreas, solicito que o(a) senhor(a) vote a favor da emenda de Roberto Robaina que, em caráter emergencial e excepcional, permite a contratação dos cargos vagos, mas resguarda a realização de concurso público imediato. Esta emenda estabelece um prazo máximo de 120 dias para permanência dos contratados e o subsequente preenchimento das vagas por concursados.

Somos mais de 30 mil servidores municipários, nossos familiares e a população que apoia esta causa. Nos preparamos para agir organizadamente nas redes sociais dando grande divulgação aos nomes dos vereadores que nos apoiarem, conquistando assim o direito de pedir os nossos votos. Mas também vamos mostrar um a um dos vereadores que votaram a favor destes projetos prejudiciais a Porto Alegre, apresentados pelo prefeito Marchezan ao apagar das luzes de sua gestão.

Agradecemos a atenção e contamos com o seu apoio.

Abaixo, expomos melhor os problemas que encontramos em cada PL:

PL 007/2020

O PL 007/20 autoriza o não pagamento da alíquota patronal ao Previmpa, no período de maio a dezembro de 2020 e ainda flexibiliza a dívida para ser paga em até 60 meses, ou seja cinco anos! Com isso, Marchezan faz uma manobra para repassar a dívida que tem que ser paga no seu governo para próxima gestão eleita!

A suspensão do pagamento da cota patronal da previdência é contraditória com as informações divulgadas pelo governo Marchezan, de que as finanças de 2020 são superavitárias. Caso os vereadores viessem a aprovar, o PL seria mais um golpe que colocaria em risco a previdência da dos municipários.

Embora o Executivo sustente que a correção das parcelas, em tese, afastaria qualquer possibilidade de prejuízo ao equilíbrio atuarial do sistema, é evidente que essa medida geraria insegurança ao servidor, que tem apostado na saúde do sistema para garantir o pagamento das aposentadorias oportunamente.

O governo Marchezan, ao longo de seus 3,5 anos de gestão fez caixa com os direitos dos trabalhadores da Prefeitura, ao negar a reposição inflacionária, atrasar e parcelar salários, parcelar o 13º, alterar o plano de carreira e ao majorar a contribuição previdenciária de 11% para 14%. Agora prepara mais este golpe contra os direitos dos servidores.

PL 009/2020

Já com o PL 009/20, Marchezan utiliza-se da necessidade de contratar mais servidores no DMAE, durante a pandemia, para autorizar os contratos temporários, ao invés de chamar concurso público para as áreas!

Alertamos para o sucateamento do Dmae e a falta de mais de 500 servidores no quadro, tendo denunciado no Ministério Público de Contas que o descaso de Marchezan coloca em risco o abastecimento de água na cidade. Vale lembrar que o DMAE está sofrendo um processo de sucateamento e precarização há bastante tempo e, em especial, de forma proposital, na gestão Marchezan. Ano passado, o Tribunal de Contas chegou a expedir liminar para que Marchezan não interviesse na gestão do DMAE. Infelizmente, a liminar foi cassada.

Em 2017, o Cores DMAE, em acordo com diversos diretores de área, estabeleceu tratativas e acordos de encaminhamento para a realização de concursos em todas as áreas carentes de pessoal, mediante levantamento realizado pelos responsáveis onde foram especificadas as carências por cargo. Foram vários encontros e, a cada vez, a gestão pedia novos levantamentos e protelamentos. O atual diretor do DMAE está ciente desta situação desde dezembro de 2017, quando ocorreu a única e última reunião do Simpa e do Conselho de Representantes do Dmae com o departamento.

Reivindicamos concurso já para todos os cargos que necessitam de reposição!

Somos contra à privatização/concessão do DMAE!

PRESSIONE AQUI

   


Senhor(a) Vereador(a),

Venho, por meio desta petição, manifestar-me sobre Projeto de Lei que autoriza o não-pagamento da alíquota patronal ao Previmpa, o PL007/2020. Peço que o(a) senhor(a) vote contra, se for à votação. Isso por que o PL ataca diretamente a cidade e os trabalhadores municipários, pois além de transferir dívidas para os próximos mandatos, se apropria indevidamente de recursos que pertencem servidores.
Já em relação ao PL 009/20, que o prefeito Marchezan utiliza-se da necessidade de contratar mais servidores no DMAE, durante a pandemia, para autorizar os contratos temporários, ao invés de chamar concurso público para as áreas, solicito que o(a) senhor(a) vote a favor da emenda de Roberto Robaina que, em caráter emergencial e excepcional, permite a contratação dos cargos vagos, mas resguarda a realização de concurso público imediato. Esta emenda estabelece um prazo máximo de 120 dias para permanência dos contratados e o subsequente preenchimento das vagas por concursados.

Somos mais de 30 mil servidores municipários, nossos familiares e a população que apoia esta causa. Nos preparamos para agir organizadamente nas redes sociais dando grande divulgação aos nomes dos vereadores que nos apoiarem, conquistando assim o direito de pedir os nossos votos. Mas também vamos mostrar um a um dos vereadores que votaram a favor destes projetos prejudiciais a Porto Alegre, apresentados pelo prefeito Marchezan ao apagar das luzes de sua gestão.

Agradecemos a atenção e contamos com o seu apoio.

Abaixo, expomos melhor os problemas que encontramos em cada PL:

PL 007/2020

O PL 007/20 autoriza o não pagamento da alíquota patronal ao Previmpa, no período de maio a dezembro de 2020 e ainda flexibiliza a dívida para ser paga em até 60 meses, ou seja cinco anos! Com isso, Marchezan faz uma manobra para repassar a dívida que tem que ser paga no seu governo para próxima gestão eleita!

A suspensão do pagamento da cota patronal da previdência é contraditória com as informações divulgadas pelo governo Marchezan, de que as finanças de 2020 são superavitárias. Caso os vereadores viessem a aprovar, o PL seria mais um golpe que colocaria em risco a previdência da dos municipários.

Embora o Executivo sustente que a correção das parcelas, em tese, afastaria qualquer possibilidade de prejuízo ao equilíbrio atuarial do sistema, é evidente que essa medida geraria insegurança ao servidor, que tem apostado na saúde do sistema para garantir o pagamento das aposentadorias oportunamente.

O governo Marchezan, ao longo de seus 3,5 anos de gestão fez caixa com os direitos dos trabalhadores da Prefeitura, ao negar a reposição inflacionária, atrasar e parcelar salários, parcelar o 13º, alterar o plano de carreira e ao majorar a contribuição previdenciária de 11% para 14%. Agora prepara mais este golpe contra os direitos dos servidores.

PL 009/2020

Já com o PL 009/20, Marchezan utiliza-se da necessidade de contratar mais servidores no DMAE, durante a pandemia, para autorizar os contratos temporários, ao invés de chamar concurso público para as áreas!

Alertamos para o sucateamento do Dmae e a falta de mais de 500 servidores no quadro, tendo denunciado no Ministério Público de Contas que o descaso de Marchezan coloca em risco o abastecimento de água na cidade. Vale lembrar que o DMAE está sofrendo um processo de sucateamento e precarização há bastante tempo e, em especial, de forma proposital, na gestão Marchezan. Ano passado, o Tribunal de Contas chegou a expedir liminar para que Marchezan não interviesse na gestão do DMAE. Infelizmente, a liminar foi cassada.

Em 2017, o Cores DMAE, em acordo com diversos diretores de área, estabeleceu tratativas e acordos de encaminhamento para a realização de concursos em todas as áreas carentes de pessoal, mediante levantamento realizado pelos responsáveis onde foram especificadas as carências por cargo. Foram vários encontros e, a cada vez, a gestão pedia novos levantamentos e protelamentos. O atual diretor do DMAE está ciente desta situação desde dezembro de 2017, quando ocorreu a única e última reunião do Simpa e do Conselho de Representantes do Dmae com o departamento.

Reivindicamos concurso já para todos os cargos que necessitam de reposição!

Somos contra à privatização/concessão do DMAE!

[signature]



Ao clicar em assinar e enviar, você concorda
com a nossa Política de Privacidade.
2,744 assinaturas

Últimas assinaturas
2,744Karina L.17 Sep 2020
2,743Edilene Joceli A.16 Sep 2020
2,742gisela d.16 Sep 2020
2,741José Luis C.16 Sep 2020
2,740Demetrio Luis A.16 Sep 2020
2,739karin k.16 Sep 2020
2,738Carlos A.09 Sep 2020
2,737Eliezer P.09 Sep 2020
2,736Rosa Míriam J.08 Sep 2020
2,735greiciane d.12 Aug 2020
2,734Vinícius d.12 Aug 2020
2,733Geila P.04 Aug 2020
2,732Sandra Mara P.04 Aug 2020
2,731Liliana B.04 Aug 2020
2,730Júlio Cezar S.24 Jul 2020
2,729Ivoni Maria O.23 Jul 2020
2,728Janete B.23 Jul 2020
2,727Flávio S.23 Jul 2020
2,726Ana Isabel d.22 Jul 2020
2,725Lucia D.22 Jul 2020
2,724Janice J.22 Jul 2020
2,723Vera Maria D.22 Jul 2020
2,722Tatiana Del Pino P.22 Jul 2020
2,721Lúcia G.22 Jul 2020
2,720Vera P.22 Jul 2020
2,719Neila M.20 Jul 2020
2,718Olivan P.20 Jul 2020
2,717João Carlos d.20 Jul 2020
2,716walkyria L.20 Jul 2020
2,715Sibele F.20 Jul 2020
2,714ANA M.20 Jul 2020
2,713Paulo A.20 Jul 2020
2,712Carmen M.19 Jul 2020
2,711Sueli W.19 Jul 2020
2,710Márcia K.18 Jul 2020
2,709Calhandra W.18 Jul 2020
2,708Silvana A.18 Jul 2020
2,707Evelise A.18 Jul 2020
2,706Keila Maria C.18 Jul 2020
2,705Maria Leonor S.17 Jul 2020
2,704Rejane T.17 Jul 2020
2,703Jailson B.17 Jul 2020
2,702Roseli A.17 Jul 2020
2,701Maria Gorete D.17 Jul 2020
2,700Gustavo V.17 Jul 2020
2,699Márcia O.17 Jul 2020
2,698Silvestre B.17 Jul 2020
2,697Gisele N.17 Jul 2020
2,696Paulo J.17 Jul 2020
2,695Samantha L.16 Jul 2020
Compartilhe